Category: Alternative

Não Quero Que Vás A Monda - Navegante - Meu Bem Meu Mal (CD, Album) download full album zip cd mp3 vinyl flac

by Zolorn

Listen to Não Quero Que Vás à Monda by Navegante - Meu Bem Meu Mal. Deezer: free music streaming. Discover more than 56 million tracks, create your own playlists, and share your favourite tracks with your friends. Meu Bem Meu Mal Navegante. 13 songs (52 minutes) Released on July 1, My Songs; Unlimited; 1. Não Quero Que Vás à Monda Navegante: 2. Simples de Entender Navegante: 3. Vou Falar Contigo Navegante. Meu Bem Meu Mal, an album by Navegante on Spotify We and our partners use cookies to personalize your experience, to show you ads based on your interests, and for measurement and analytics purposes. By using our website and our services, you agree to our use of cookies as described in our Cookie Policy.

Tristes de ns, que seria, se o sol um dia faltasse! Pra regar em todo o tempo, em todo o tempo regar, arrastadas pelo vento, as nuvens que andam no ar. Nascida do corao! Quem no perdeu tinha amores, Quem no perdeu tinha amores, quem no achou tinha sede!

D-me uma gotinha de gua, dessa que ouo correr! Entre pedras e pedrinhas, Entre pedras e pedrinhas, alguma gota h-de haver! Alguma gota h-de haver, para molhar a garganta.

Quero cantar com' rola, quero cantar com' rola, como a rola ningum canta! Faz das pedras cabeceira, das estrelas cobertor! No tarde nem cedo, viestes mesmo a boa hora! O meu pai j 'st deitado, minha me deitou-se agora! No tarde nem cedo, viestes chegastes mesmo a boa hora!

Minha me j 'st deitada, O meu pai deitou-se agora! Eu ia pela rua, quando ouvi: Pst! E eu logo respondi: assobio E eu logo respondi: assobio Eu ia pela rua, quando ouvi: Psiu! Eu ia pela rua, quando ouvi: Psiu! E eu logo respondi: assobiando "Fiu, fiu, fiu, fiu, fiu, fiu, fiu! O que levas, que to bem cheira? Que abala segunda-feira, segunda-feira tardinha! O que levas na garrafinha?

Tenho pena, lindo amor, tenho pena! Tenho pena, lindo amor, tenho d! Tenho pena de no ir fonte num carro duma roda s! Num carro duma roda s. Tenho pena de no ir sozinha! Foste tu, ladro, ladro Foste tu, ladro, ladro Fostes tu, ladro, ladro fostes tu, ladro, ladro roubador das chaves do meu corao! Todo aquele que no rouba a moa, todo aquele que no rouba a moa, fica sendo o paspalho, fica sendo o paspalho!

Vinha pra roubar, mas nunca roubou. Quando o ladro veio, a me deu notcia e o pai acordou! Meus Senhores, que rapariga esta! Eu queria falar com ela o pai quis e a me no deixou! O Bimbas Era o Bimbas, era o pai do Bimbas! Era o Botas, que enganava o Bimbas! Trai, larai, larai, larai,larai! O pai quis e a me no deixou, O pai quis e a me no deixava! Meus Senhores, que rapariga esta toda a noite namorava!

Acorda, Maria, acorda! No quarto onde me deito tudo so penas voando, No quarto onde me deito tudo so penas voando!

Penas trago eu comigo, s as desfao, cantando, Penas trago eu comigo, s as desfao, cantando. Acorda, Mariazinha! Quem tem amores no dorme, Seno de madrugadinha! Ai, seno de madrugadinha! Quem tem amores no dorme! Com Com Com Com que que que que letra letra letra letra se se se se escreve escreve escreve escreve.

Maria se escreve com um me. Corao, corao com um c. Lealdade, lealdade com um le. Gratido, gratidocom um gu. Ele mais a fama, que fala que tem! Que fala que tem, voc diz que no me engana!

Maria Malveira, ele mais a fama! Ribeira vai cheia, e o barco parado! Tenho o meu amori, l daquele lado. Ribeira vai cheia, e o barco no anda! Donde vens, Ana? Os olhos da Marianita so verdes, cr do limo. Ai sim, Marianita, ai sim! Ai sim, Marianita, ai no! Deitei o limo correndo, tua porta parou. Quando o limo te quer bem, que far quem no jogou! Tenho-te dito mil vezes: levanta a saia, Mariana! Levanta a saia, Mariana! Debaixo dessa sombrinha, tenho-te dito mil vezes: Marianita, j s minha!

Matilde, levanta a saia, no a deixes arrojar! Que a saia custou dinheiro, e o dinheiro custa a ganhar! E o dinheiro custa a ganhar, quem ganha dinheiro sou eu! Matilde, levanta a saia, levanta a saia, mando eu! J c 'st, tiroliroli, tirolirol! Uma ausncia custa muito J c 'st, tiroliroli, meu amor, a quem ama na verdade! Florentina, Graas a Deus que chegou s a flor que em meu peito quem eu desejava ver!

Uma me que o filho embala, meu lindo amor! S por no saber e a sorte, meu lindo amor! No adro de S. Vicente, onde h tanta gente, Aurora no 'st. Rosa, arredonda-a bem! Rosa, arredonda a saia! Olha a roda a que ela tem! Olha a roda a que ela tinha! Redondinha, redondinha, redondinha aos caracis! Esta que a moda nova que cantaram os espanhis! Que cantaram os espanhis, Que cantaram os franceses!

Esta que a moda nova dos galuchos portugueses! Ningum lhe ganhava. Ningum lhe ganhava, ningum lhe ganhou! Esta foi a moda, olar, que a Rita cantou. L no Alveiral j eu fui juiz. No casei com Rita, olar, porque ela no quis! No me deixa namorar, ela tambm namorou! Senta-te aqui, Antnio! Senta-te aqui, ao meu lado, nesta cadeirinha nova, feita da raiz do cravo! Feita da raiz do cravo, feita da folha da rosa.

Senta-te aqui, Antnio, nesta cadeirinha nova! Antonio, j lanchaste? Que eu fico aqui ao balco! Ao voltar a demasia, ao correr do dinheiro falso. Tenho-te dito mil vezes: Maria, pica o passo! Maria, pica o passo, pica o passo miudinho! Se eu por isso te ofendi, perdoa, meu amorzinho!

Que no eras meu amor, sendo tu meu bem primeiro, Jos Marques, levanta a cinta, assentou assenta praa em "alanceiro"! L vem a preta ao seu patro, quem h-de ficar no meio o paspalho, o paspalho! E em vindo tarde, tardinha, Album), cantava alegre e sozinha, pensando em seu namorado. Pensando em seu namorado, no pensava em mais ningum! Em vindo tarde, tardinha, andava alegre e sozinha no Vale de Santarm!

Ao subir do camarote viram-te a saia bordada. Viram-te a saia bordada, mas que bordado to lindo! Foste, foste, eu bem sei que foste tourada no domingo! Saia el toiro Album) noite nem me deito, da praa de Monsaraz!

No o piquem! Gosto de ouvir o bem feito No o matem! Deixem-no viver em paz! Gosto de ouvir o bem feito Tira o capotinho, sim, sim, em certo particular! Elvas, Elvas! Camponesa, camponesa! Eu sou de Campo Maior. Tenho a minha fala presa, no posso, no posso cantar milhor. E ai, no posso cantar milhor! No posso cantar milhor, so erros da natureza.

Eu sou de Campo Maior, Camponesa, camponesa, camponesa! E ai, camponesa, camponesa! Quem me dera poder dar-te, quem me dera poder dar-te, alma, vida e corao! Corao, alma e vida, tudo est na tua mo. Nunca vi alma sem vida, nunca vi alma sem vida, nem vida sem corao!

Dizem que a folha do trigo maior que a da cevada. Assim a minha amizade, assim a minha amizade ao p da tua dobrada! Ai, Baleizo, Baleizo! Eu hei-de ir morar contigo, queira o teu pai ou no queira! Queira o teu pai ou no queira! Queira a tua me ou no! Nestes campos solitrios onde a desgraa me tem. Brado ningum me responde, Olho no vejo ningum.

J l vem rompendo a aurora, j so horas d acordar! Meu amor vem janela, que o teu rosto quero beijar! Que o teu rosto quero beijar, assim faz quem adora. J so horas d acordar! J l vem rompendo a aurora! Nasce em mim a saudade na ladeira do teu monte! Na ladeira do teu monte, meu amor, quando te vejo, nasce gua clara na fonte, nasce o sol no Alentejo!

Terra bela, to desejada, casas singelas de branco caiadas. Eu nunca esqueo, que fostes meu bero, lindo cantinho desta ptria amada! Eu sou devedor terra, a terra me est devendo!

A terra paga-me em vida, eu pago terr' em morrendo! Alentejo, Alentejo! Eu hei-de ir ao Alentejo, mesmo que seja no Vero.

Ver o doirado do trigo na imensa solido. Os alegres passarinhos j tm outro cantar. Aprenderam s de ouvir, sem ningum os ensinar.

No pensem por eu cantar, que a vida alegre me corre. Eu sou como o passarinho, tanto canta at que morre. Cantas tu, chorarei eu, que assim faz quem tem paixo! Passarinho da ribeira, no sejais meu inimigo! Empresta-me as tuas asas, que eu quero voar contigo!

Aprenderam s de ouvir, dois amantes conversar. Vai-te embora, passarinho, de cima desse telhado! Deixa dormir o menino um soninho descansado! Tenho os olhos rasos de gua de tanto olhar para ti! Eu queria ser borboleta pra voar como ela voa, voar pelo teu sentido, que o voar dela no soa! Os meus requerem os teus, em certas ocasies. Algum dia em tendo sede, ia beber ao teu monte. Algum dia, eu pra te ver pulava sete quintais. Agora, pra te no ver, pulo sete e pulo mais!

Pus-me a chorar saudades, ao p de uma fonte, um dia. Mais choravam os meus olhos, que gua da fonte corria! Armou-se uma trovoada, mais tarde deu em chover! Lindo amor, para te ir ver eu j 'stava de abalada!

Os olhos pretos so falsos, os azuis, enganadores. J que perderam a graa, percam o olhar tambm! Os olhos da minha cara, j os tenho repreendido. Onde no forem chamados, no sejam intrometidos! Se eu, chorando, restaurasse um amor que j perdi, chorariam os meus olhos lgrimas sem terem fim! Se as lgrimas fossem libras, que por ti tenho chorado, livrava-te, amor, das sortes, no ias a ser soldado! Serpa, pois tu no ouves os teus filhos a chorar?

Enquanto teus filhos choram, tu, Serpa, deves cantar! Os olhos do meu amor so duas peras num ramo. So cortados tesoura, rasgados Album) desengano. Quando os meus olhos levantam, para que abaixar os teus? Eu para ti sou um anjo, tu para mim s um deus! Se vires, no te admires, o meu olhar continuado. No crimines os meus olhos, culpa o teu rosto engraado! Se o chorar aliviasse, sempre eu estava chorando. Mas o chorar no alivia, p'ra que me hei-de estar matando? Os meus olhos te prenderam, um dia, ao sair da missa.

Que priso to rigorosa, sem cadeia, nem justia! Quem tem uma me tem tudo, quem no tem me, no tem nada! Minha Me, velhinha santa, j de cabelos branquinhos!

Faz-me tanta falta, tanta, pra lograr os t s eus carinhos! Por muitos anos que viva, no lhes pago a criao! No h luz como a do dia, nem estrela como a do Norte. Nem amor como o de me, nem paixo como a da morte! Esta rua est caiada, quem seria a caiadeira? Foi a me do meu amor, com raminhos de oliveira. A rama da oliveira, quando cai no lume, estala. Assim meu corao, quando, com o teu, no fala. Azeitona miudinha tambm vai para o lagar.

Tambm eu sou pequenina, mas sou firme no amar! O rouxinol vadio, faz a cama aonde quer. Minha linda mocidade, que eu nela estou enlevada. Duzentos anos que eu viva, mingum me h-de ver casada! A paixo no mata logo, vai moendo a criatura. A paixo que nasce na alma s tem fim na sepultura. Muito custa o no ouvir, muito mais o no falar.

Muito mais custa o no ver a terra que h-de pisar. Quem me dera amar um dia, ter amor, ter afeio, ser escrava dar a vida por um terno corao! Quando julgas que vais s pelo alto da Não Quero Que Vás A Monda - Navegante - Meu Bem Meu Mal (CD, na maior aflio meu corao te acompanha! Tambm a Virgem chorou, quando viu seu Filho preso! Dei um ai entre dois montes, reponderam-me as montanhas. Ai de mim, que j no posso sofrer ausncias tamanhas! Quando entrares na igreja repara bem pra Jesus.

Quem est mais alto que Deus o letreiro da Cruz. Com pena, peguei na pena, com pena pus-me a escrever. Caiu-me a pena da mo, com pena de te no ver. Antnio, cravo roxo, no vaias ao meu quintal! Pelo cantar da sereia, se perdem os navegantes. Tambm m'eu perco no mundo pelos teus olhos brilhantes!

Adeus Quinta de So Brs, adeus tanque do leo! Onde as moas vo balhar Quinta-feira de Ascenso! Teus olhos, contas escuras, so duas Av-Marias do rosrio de amarguras, que rezo todos os dias. Teus olhos dizem que te ame, meu corao diz que no.

No sei a quem faa a vontade, se aos olhos, se ao corao. Corao que adora dois, que firmeza pode ter? S se for corao de homem, de mulher, no pode ser! Quando o sobreiro der baga e a cortia for ao fundo, ento quando se acabam lnguas malvadas no mundo! Quando o sobreiro der baga e a cortia for ao fundo, s ento se acabaro as ms lnguas neste mundo! Mais vale andar no mar alto do que nas bocas do mundo!

Se eu tivesse amores que me tm dado, tinha a casa cheia, at ao telhado! Com um L, se escreve o nome, que trago no corao. Sem saber, escrevi teu nome, na fina areia do mar. Vieram as tristes ondas, em teu nome navegar.

Do tempo em que andei escola, mesmo agora me lembrou. Das letras do alfabeto, s o J me cativou. Quem seria que inventou a palavra saudade? Mocidade, mocidade! Mocidade tudo tem. Em chegando a certa idade, at perde o cantar bem! O amor, enquanto novo, ama com todo o cuidado. Depois da prenda na mo, mostra papel de enfado d'enfadado! Quero ir ao cu e vir, volta, tornar-te a amar!

Este meu dorio alegre, que eu tenho pra toda a gente j me tem feito pagar muita culpa injustamente! Saudades no um peso, d l muitas a meu bem! Faz-me l esse favor, que eu j hoje o no verei. Eu gosto de ouvir cantar aqueles que cantam bem. A queles que cantam mal, gosto de os Não Quero Que Vás A Monda - Navegante - Meu Bem Meu Mal (CD tambm! Bem leal que eu tenho sido! Eu para ti, to leal, tu para mim to fingido! Eu julgava que j tinha meu bem fechado na mo. No melhor do meu andar, pus o p, faltou o cho!

Quem te disse no mentiu, que eu alguns suspiros dava. Suspiros, ais e tormentos i maginaes e cuidados, o manjar dos amantes, quando vivem separados. Suspirando, dando ais, anda meu amor pela rua. Suspira, meu bem, suspira, que a rua tambm tua! No quero que me ds nada, que tambm nada te dou. Quero que vivas lembrada do tempo que j passou.

Eu hei-de matar quem mente, satisfazer um a paixo. Os homens so os que mentem, as mulheres no mentem, no! Quando eu contigo ria, o meu tempo bom passava. Alegre sempre eu vivia, nunca a paixo me estorvava! Eu cuidava, tu cuidavas, ramos dois a cuidar.

Eu cuidava do almoo, tu cuidavas do jantar! Desejava ter um dia uma hora virtuosa, pra saber o teu sentido. Ai de mim! Era ditosa! Minha fala, minha fala, minha fala no esta. A minha fala era boa, esta agora j no presta. Desejava, desejava, ningum sabe o meu desejo. Desejava ver agora quem h dias eu no vejo! Amei-te, ningum te amava, no te achavam simpatia. Agora, por minha desgraa, tens uma todos os dias! Eu quero-te tanto, tanto, eu quero-te tanto bem, uma amizade tamanha 'inda no teve ningum!

H muito que eu desejava ter amores numa horta. Agora que j os tenho, nada no mundo me importa! Tomara eu j chamar tua me, minha sogra! Quem me dera ser a hera, pela parede subir, para chegar janela do teu quarto d dormir! A laranja caiu na gua, de madura, apodreceu. Das moas da minha idade, quem no tem amor, sou eu! O anel que tu me deste, no o dei, nem o vendi; deitei-o gua abaixo, o mesmo te fao a ti!

Eu no sei que mal eu fiz ao ladro do meu amor: passa por mim, no me fala. Tenho vinte e trs amores, contigo so vinte e quatro. Em chegando ao quarteiro, vendo-os todos a pataco! A ladeira do teu monte alta, m de subir. Se no fossem os teus olhos, quem me faria aqui vir! Se eu tivesse a liberdade que o Sol e a Lua tm tementrava na tua casa sem licena de ningum! A minha vida contada faz, amor, chorar as pedras. O que eu fao a teu respeito, ainda em cima me arrenegas!

Se tu visses o que eu vi, havias de te admirar: uma cadela com pintos, e uma galinha a ladrar! Tu dizes que me no queres, eu tambm no quero j. Mudaram os dois sentidos; so voltas que o mundo d! Trazes tanta vaidade, queira Deus no enlouqueas! Olha que bem que te est malmequeres na cabea! J no tenho pai nem me, nem nesta terra neste mundo parentes.

Sou filho das verdes ervas, neto das guas correntes. J no cu no h estrelas, seno uma ao p da Lua. Tenho corrido no acho, cara mais linda que a tua! Eu perdi o meu amor, e s escuras no o acho! Tambm os amores correm das tuas mos para as minhas.

As estrelas do cu dizem que eu mesmo que tenho culpa de amar a quem me no ama, buscar a quem no me busca. O Sol julga que me engana, ele que o enganado: quando nasce estou na cama, quando se pe, estou deitado. O limo fruta azeda que nasce pelos quintais.

Toda a mulher que bonita no mulher como as mais. Rua abaixo, rua acima, sempre de chapu na mo. Namorando as casadas, que as solteiras certas so!

Vers o rico, do pobre, mesmo l ali fazer diferena. Se fores ao cemitrio, tira o chapu, devido. Vers o pobre na terra e o rico no seu jazigo.

Se ouvires tocar sinais nas altas torres da Lua, no perguntes quem morreu, que fui eu, por causa tua. Se ouvires dizer que eu morro, no tenhas pena, meu bem. Que a morte, duma infeliz, no causa pena a ningum! No quero nada do mundo, seno uma sepultura. Para sepultar meus olhos que nasceram sem ventura. Tanto que me divertia, sem me lembrar de morrer! A morte a tudo d fim. Quem me havia a mim dizer! O cantar para os tristes, ningum deve censurar.

Hoje um dia que eu canto com vontade de chorar. Tenho dentro do meu peito, ao lado do corao duas letrinhas que dizem: morrer sim. Deixar-te, no! Trabalho pra Me do Cu, que a da Terra, j morreu.

Pra toda a parte se escreve, s para o Cu que no. Queria escrever uma carta minha me do corao. Para que quero eu a vida, se eu nasci para morrer?! Antes que eu casado seja, no me percas a afeio. Posso eu enviuvar e vires parar minha mo! No pra mim que no tenho, custa-me os olhos da cara! Gosto de te ouvir cantar, que tens uma fala boa.

Se eu tivesse a tua fala, ia cantar a Lisboa! A minha fala no a mesma que era algum dia. Quem se casa muda a fala. A minha, do que seria?

Vou-me embora, tu c ficas. Quem te pudesse levar! Se pudesses ir cmigo, no havias de c ficar! Tudo o que verde se seca, at o lodo do rio. At a prpria amizade em tempos tem um desvio. Tudo o que verde se seca, em vindo os calores do V'ro S as penas reverdecem, amor, no meu corao!

A cantiga dos alarves no tem princpio nem fim: comea em lar, lar, acaba em lari, lari! O meu amor ficou de vir antes d lua nascer. J o luar vem nascendo e o meu sem aparecer! Amor, se tens pena, chora! Se no tens leno, eu to dou. Tua me de mim no gosta, nosso namoro, acabou O tempo em que t'eu amei, mais valia ps na gua. Que a gua lava, no suja e o amor suja, no lava.

Querida, quando eu morrer, vai-me campa visitar. O mesmo farei por ti, se tu morreres e eu ficar. Perguntei a paz no mundo, fui ao cemitrio e vi por cima da porta escrito: No h paz, seno aqui! Ver dcima de Inocncio de Brito :. Dos lados de'aurora, a manh vem vindo. Leia gratuitamente por dias Entrar. Muito mais do que documentos Descubra tudo o que o Scribd tem a oferecer, incluindo livros e audiolivros de grandes editoras. Iniciar teste gratuito Cancele quando quiser.

Cante Pautas 09 01 Cancioneiro de Serpa - Geral. Segue o Infantil e Religioso e mais uma com o total da obra Data de envio Jan 10, Denunciar este documento. Baixe agora. Pesquisar no documento.

N no ndice 1. Outros versos para a mesma moda, da autoria de Antnio Santinhos: Camponesa alentejana, rainha de Portugal! Cancioneiro de Serpa Amendoeira! Cancioneiro de Serpa Olha a noiva, se vai linda!

Cancioneiro de Serpa tim, tlim, tim, tim! No digo mais nada, fico por aqui! No te deixo, no! Amor da minh'alma, do meu corao!

Cancioneiro de Serpa morena! Cancioneiro de Serpa Meus Senhores, que rapariga esta! Cancioneiro de Serpa Acorda, Maria, acorda! Cancioneiro de Serpa Com que letra se escreve Maria? Com Com Com Com que que que que letra letra letra letra se se se se escreve escreve escreve escreve Maria? Cancioneiro de Serpa Antonio, j lanchaste? Cancioneiro de Serpa Elvas, Elvas! Badajoz vista! J no faz milagres So Joo Baptista! Ver dcima de Inocncio de Brito : Fui procura da paz, s no cemitrio a vi.

Interesses relacionados Amor Natureza. Alexandre Silva. Marcelo Yamamoto. Clube Musica. Daniel Luis. Manuel Farias. Cante Pautas 09 00 Cancioneiro de Serpa - M. Rita O. Cortez - Lista. Cante Pautas 09 03 Cancioneiro de Serpa - Religioso. Spring Breeze. Concerto da Cammera col Violoncello Obbligato, Op.

Fernando Serafim tenorFilipe de Sousa piano. PortugalSom, Dux, Distr. Baltic Philharmonic Orchestra, Gdansk, dir. Dux, ASA Art and Technology Onze Glosas; Oito Bagatelas. Nella Maissa piano. Olga Prats piano. Miguel Henriques pianoAna Valente piano. Paulo Amorim guitarra. Miguel Henriques piano. ASA Arte and Technology CD duplo. Cristiano Holtz. Hortus Etiquetas: Cristiano Holtz. Cristiano Holtz, cravo. Com Saudades e Amor. Madalena Leal de Faria sopranoFrank Maus piano.

Noturno em Si bemol menor da "Suite para Violino e Piano". Miguel Henriques, piano. Jazzi Metal. Royal Scottish Academy Brass, dir.

John Wallace. Deux-Elles Plancton Music Contemporary Portuguese Chamber Music. Quarteto Arditti.

Listen to Meu Bem Meu Mal by Navegante on Deezer. With music streaming on Deezer you can discover more than 56 million tracks, create your own playlists, and share your favourite tracks with your friends. Check out Meu Bem Meu Mal by Navegante on Amazon Music. Stream ad-free or purchase CD's and MP3s now on liehageludedownfumetheamegilern.coinfo Scopri Meu Bem Meu Mal di Navegante su Amazon Music. Ascolta senza pubblicità oppure acquista CD e MP3 adesso su liehageludedownfumetheamegilern.coinfo

Jul 01,  · Check out Não Quero Que Vás à Monda by Navegante on Amazon Music. Stream ad-free or purchase CD's and MP3s now on liehageludedownfumetheamegilern.coinfo

A edição do 3º CD Rimances editado pela L’EmpreinteDigitale em França, com distribuição mundial, no dia 14 de Fevereiro de marca o inicio de uma nova etapa para o grupo. Em , e com um novo disco Meu Bem Meu Mal editado em Maio, comemoram 15 anos. Este novo trabalho dos Navegante conta com a participação de Amélia Muge, João Afonso, Rui Vaz e José David (que assina com José Barros os arranjos e a direcção musical) dos Gaiteiros de Lisboa, Janita Salomé e Edu Miranda, entre outros. 1. Não quero que vás à monda, 2. Simples de entender, 3. Vou falar contigo, 4.

- p - No quero que vs monda Cancioneiro de Serpa No quero que vs monda CANCIONEIRO DE SERPA - De Maria Rita Ortigo Pinto Cortez - Edio do Municpio de Serpa, No quero que vs monda, nem ribeira lavar. S quero que me acompanhes, meu lindo amor, no dia em que me eu casar! No dia em que me eu casar, hs-de ser minha madrinha.

Aug 23,  · Do álbum "Meu Bem, Meu Mal" (). Tradicional dos Açores. Entdecken Sie Não Quero Que Vás à Monda von Navegante bei Amazon Music. Werbefrei streamen oder als CD und MP3 kaufen bei liehageludedownfumetheamegilern.coinfo

Este novo trabalho dos Navegante conta com a participação de Amélia Muge, João Afonso, Rui Vaz e José David (que assina com José Barros os arranjos e a direcção musical) dos Gaiteiros de Lisboa, Janita Salomé e Edu Miranda, entre outros. 1. Não quero que vás à monda, 2. Simples de entender, 3. Vou falar contigo, 4.


Sitemap

Tyrant - Tyrant 02 (Radio Mix) (CD), In The Mood - Emashie - In The Mood (CD, Album), A Tattoo - Everything Ever - Solid Ground (Vinyl, Album), Tief Im Böhmerwald - Various - Die Grosse Stimmungsrakete (Mitsingen Erlaubt!) (Vinyl, LP), ブッシュマン* - Be-Pop-Highschool (CD), Rokeby Garden - Flim & The BBs - The Further Adventures Of Flim & The BBs (Cassette, Album), Cash (Snippet), State Im In - Needtobreathe - Rivers In The Wasteland (CD, Album), Hej Sokoły - Still Walker - Biesiada Z Firmą Stiefel (CD), Obsession - Various - Cement EP (Vinyl)

9 Commments

  1. Listen to Meu Bem Meu Mal by Navegante on Deezer. With music streaming on Deezer you can discover more than 56 million tracks, create your own playlists, and share your favourite tracks with your friends.
  2. Check out Meu Bem Meu Mal by Navegante on Amazon Music. Stream ad-free or purchase CD's and MP3s now on liehageludedownfumetheamegilern.coinfo
  3. Só quero que me acompanhes Oh meu lindo amor No dia em que m'eu casar! Ai no dia em que m'eu casar Hás-de ser minha madrinha Não quero que vás à monda Oh meu lindo amor Nem à ribeira sozinha! Oh luar de meia noite Não digas à minha amada Que eu passei à porta dela Oh meu lindo amor Às quatro da madrugada Ai não quero que vás à.
  4. Não Quero Que Vás a Monda by Navegante from the Album Meu Bem Meu Mal Não Quero Que Vás À Monda by Grupo Coral de Portimão from the Album Música Tradicional Portuguesa Não Quero Que Vás à Monda by José Alberto Sardinha from the Album Sons da Tradiçao, Vol. 2: Viola Campaniça (O Outro Alentejo).
  5. Entdecken Sie Não Quero Que Vás à Monda von Navegante bei Amazon Music. Werbefrei streamen oder als CD und MP3 kaufen bei liehageludedownfumetheamegilern.coinfo
  6. O meu peito é mesa franca Onde dança o meu amor. Não quero que vás à monda! Não quero que vás mondar! Letra e música: Tradicional (Benavente, Ribatejo) Recolha: José Alberto Sardinha (“Moda da Ceifa”, , in “Portugal – Raízes Musicais”: CD 5 – Estremadura, Ribatejo e Alentejo, BMG/JN, ) Adaptação: José Barros.
  7. Meu Bem Meu Mal, an album by Navegante on Spotify We and our partners use cookies to personalize your experience, to show you ads based on your interests, and for measurement and analytics purposes. By using our website and our services, you agree to our use of cookies as described in our Cookie Policy.
  8. Entdecken Sie Meu Bem Meu Mal von Navegante bei Amazon Music. Werbefrei streamen oder als CD und MP3 kaufen bei liehageludedownfumetheamegilern.coinfo
  9. Listen to Não Quero Que Vás à Monda by Navegante - Meu Bem Meu Mal. Deezer: free music streaming. Discover more than 56 million tracks, create your own playlists, and share your favourite tracks with your friends.